São e Warhol

Andy Warhol, São Schlumberger

Andy Warhol, São Schlumberger


Andy Warhol retratou dezenas de personagens, centenas. E, embora nunca tivesse pensado neste assunto, a verdade é que nunca pensei que houvesse uma figura portuguesa nesse lote. O Dr. Salazar? O António Variações? O António Calvário? Não. Foi a São Schlumberger, mulher do magnata do petróleo Pierre Schlumberger, socialite e coleccionadora de arte. O seu retrato foi feito nos anos 70, anos depois de Salvador Dali a ter também pintado. Nada mau, ser pintada por duas das figuras mais importantes da arte do século XX. Se tivesse incluído Picasso tinha feito bingo.
Tentarei saber um pouco mais sobre esta personagem, mas nascida em Portugal , as referencias que encontrei dizem que os seus sólidos conhecimentos de arte vinham de ter estudado no Museu de Arte Antiga, seja lá o que isso quer dizer. Antes tinha estudado Filosofia e Historia na Universidade em Lisboa, tendo trabalho em Psicologia para um instituto publico em Lisboa, ligado a delinquência juvenil.
Casou em 1961 em Houston. O seu marido já comprava arte antes de casar, contando com impressionistas e mestres modernos como Matisse, Leger e Braque. São opta por pintores contemporâneos americanos como Rothko, Rauschenber, Calder e Lichentsein.
Como mulher de um dos homens mais ricos do mundo, assume a sua profissão em pleno, fazendo parte do Grupo de Amigos de Versailles, do Lincoln Centre e do MoMA, assim como do Centre Pompidou que ajudou a nascer. Em 1965. É pintada por Dali, e não gostou: “Estava à espera de fantasia…mas ele fez um clássico”.
Vivia em NY, onde circulava pelos art circles, tendo Andy Warhol oferecido um jantar em sua honra em 1975 na Factory, rara ocasião. Entres os convidados, Angelica Houston e Jack Nicholson.
Igualmente mecenas da moda, ficará para sempre ligada a um dos momentos chave da carreira de Galliano, ao ter oferecido a sua casa em Paris para a apresentação da sua colecção em 1991. Kate Moss, Helena Christensen, Naomi Campbell, por exemplo, desfilaram nessa ocasião de graça para Galliano.
De acordo com a nota do catálogo com o seu retrato por Dali da Sotheby’s, Pierre e Sao Schlumberger, “ In the decades following their marriage, (…) amassed an astounding and well-crafted collection of art and antiques”. Esta devia incluir, igualmente moveis portugueses, como se pode ver em algumas fotos da sua mítica casa em Paris, decorada nos anos 90 pela decoradora inglesa Gabban O’Keefe. Lembro-me de ter visto varias coisas em catálogos na Leiria e Nascimento do inicio dos anos 90 (ou finais dos 80) com proveniência Schlumberger – embora não sei se vinham desta personagem ou não – incluindo quatro fantásticas aguarelas com vistas de Sintra pintadas por um escocês no século XIX.

São Schlumberger ao lado do seu retrato por Dali

São Schlumberger ao lado do seu retrato por Dali

2 thoughts on “São e Warhol

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s