Peckham Rye

Terca feira fui a Peckham. Acho que nunca lá tinha ido, provavelmente por ser uma das piores áreas de Londres e, verdade seja dita, sem muito para ver. A razão era a inauguracão de uma exposicão e bar no terraco de um parque de carros, organizada por Hannah Barry, amiga da Rachel e do Guilherme, que nos levaram lá. Hannah Barry está à frente da galeria com o seu nome, galeria esta que tem dado que falar nos últimos meses, especialmente pelo seu Peckham Pavillion na Bienal de Veneza.

DSC00144

A galeria, que se situa num armazém, tem sido o talk-of-the-town também pelo facto de trabalhar com uma nova geracão de jovens emergentes da zona, muitos deles saídos, ou ainda nas, escolas que se situam perto – Goldsmiths e Camberwell – assim como alguns artistas sem formacão.
Um dos artistas, Shaun MacDowell, passeava-se no seu melhor fato branco de motoqueiro, e alguns dos seus amigos motoqueiros passeavam-se também por la, perfeitamente integrados em tanta trendiness. A rapariga, não magra, que por lá andava de camisola do Newcastle, dava dez a zero a todos os miúdos com as suas roupas folk sujinhas e óculos Ray Ban. A quantidade destes óculos era imensa, mas Clubmaster claro, porque os Wayfarer já eram. Sooo 2008, diria Bruno.
Voltando ao Shaun, a lenda diz que ele é ex-alcoólico, ex-junkie e agora tem as motos como vício, como forma de viver nos limites. A lenda diz e a imagem dele a passear-se como moto-cavaleiro branco era perfeita para a confirmar. Tem apenas 28 anos.

DSC00154

Florence, mais conhecida como Florence and the Machine, Matthew Slotover, director da Frieze, por exemplo, andavam por lá a aproveitar um dos melhores fins-de-tarde já vistos em Londres. A vista, do décimo piso, ia de Westminster a Canary Wharf, com a BT tower, St Paul’s e o Gerkhin, pelo meio. O Frank Cafe & Campari Bar, gerida pela filha de Antony Gormley,Pamola Gormley (a “senior luxe eccentric” part of “Britain’s most imaginative style tribe”) servia quase só Campari, e uma banda jazz, very-old-fashioned mas perfeita para o momento, tocava.

DSC00156

Ficam aqui algumas pics e a sugestão da visita a Peckham, seja para visitar a exposicão no telhado, beber um copo a olhar para a metropole, como para ir à galeria da Hannah Barry. Segundo ela e muita gente, há que estar atentos a estes mininos. A ver.

DSC00143

DSC00158

Advertisements

One thought on “Peckham Rye

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s