George Ortiz I

Prince Siddhartha, Gandhara art, sec II d.C

Bruce Chatwin deu o nome a este blog. Utz, como é explicado no primeiro post, é o nome da personagem principal de um dos seus livros: Kaspar Utz, um barão do império austro-húngaro coleccionador obsessivo de figuras de porcelana de Meissen preso à sua coleccão na comunista Praga.
Lembrei-me de Chatwin por causa de George Ortiz, neto de Simon Patino (e sobrinho de Antenor, da Quinta Patino), amigo do escritor e coleccionador obsessivo. Poucos como ele têm hoje o drive, a vontade e o verdadeiro espírito coleccionista que se vê em Utz. A forma como fala da sua coleccão, umbilicalmente ligada à sua vida, como espelho de muitas questões prementes da humanidade, é um oasis no meio das parangonas sobre os milhões gastos na arte contemporanea.
Na Apollo deste mês, vem um artigo grande sobre Ortiz, alguém radical e politicamente incorrecto que defende o “cross-border movement of art on the grounds that it is the shared heritage of mankind and leads us to understanding each other and safeguarding the past”.
Para Ortiz, “Art is a projection of the ego, an urge for survival, a need for beauty and the absolute. After all, is it not a material manifestation of man’s noblest feelings, a surpassing of oneself? An expression of an idealism, visionary but harmless, essential to his existence and survival. This is neither the case with religions nor ideologies often responsible for extensive crimes against humanity and in untold millions of deaths.

Aconselha-se vivamente a visita ao site da George Ortiz Collection e a leitura da entrevista com o mesmo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s