Os bibelots do Utz

No ano passado, a histórica fábrica de ceramica Wedgwood foi à falência e com ela levou a também histórica fábrica de vidros irlandesa Waterford. Em Portugal, dependendo da semana e da publicacão, assiste-se às noticias das dificuldades da Vista Alegre em sobreviver ou então da nova abordagem “moderna” miraculosa que vai fazer florescer de novo as suas actividades.
Poucas deste tipo de fábricas se conseguiram desprender do seu passado, muitas vezes enveredando por revivalismos próximos do kitsch. Outras optaram por quebrar com o passado e acabaram num pseudo-modernismo ainda mais kitsch.
Eu desconheco a solucão para a sua viabilidade – embora tenha a impressão que pura e simplesmente não existe, pelo menos numa opção industrial – mas ver a mítica fábrica de Meissen com um discurso parecido ao que se vê na Vista Alegre de dois em dois anos, ou que se via na Wedgwood, deixa-me curioso para ver a sua posição daqui a uns anos. Isto a propósito de um artigo no Der Spiegel, enviado pelo Franz.

One thought on “Os bibelots do Utz

  1. para quem gosta de filmes diferentes.;
    este é muito bom.Barão von Utz,baseado no livro de Bruce Chatwin, e dirigido por George Sluizer. O filme é sobre a obsessão do
    colecionador de porcelana Meissen.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s